Noivas On Line
Noivas On Line
Início » Matérias » Casamentos pós pandemia

COMO CASAR NO PERÍODO PÓS PANDEMIA

Infelizmente ainda não podemos nos abraçar e comemorar o casamento da forma como costumávamos fazer. Por mais que seja difícil, precisamos evitar o contato físico em nome da segurança de nossos entes queridos.

Foi assim que sonhamos o nosso grande dia? Não, mas apesar da pandemia, ainda temos a vontade e a necessidade de celebrar o amor e o início de uma nova etapa em nossas vidas.

Noiva segurando buquê

Como não podemos e não queremos adiar indefinidamente nosso "felizes para sempre", seguem algumas ideias e dicas que podem ser de grande utilidade para a realização de celebrações nesse período tão delicado. Fique à vontade para adequá-las à sua realidade.

DICAS PARA CERIMÔNIA RELIGIOSA NO PERÍODO PÓS PANDEMIA

1. Número reduzido de convidados

Sabemos o quanto é difícil cortar a lista de convidados, mas é necessário. Por algum tempo, idosos ainda precisarão se resguardar, assim como grávidas e pessoas com problemas de saúde.

Um casamento menor possibilita um maior controle do distanciamento, tanto durante a cerimônia, quanto durante a festa.

Pensando nisso, a transmissão da cerimônia de casamento pode ser feita via Internet para que essas pessoas não se sintam excluídas.

Convidada assistindo casamento pelo notebook

Se não quiserem fazer dessa forma, conversem com o videomaker sobre a possibilidade de elaborar um videoclipe dos melhores momentos para postar nas redes sociais após o casamento.

2. Distanciamento de convidados durante a celebração religiosa

Para que seja possível manter um bom distanciamento entre as famílias durante a celebração religiosa, existem algumas opções:

• Celebração ao ar livre com uma boa distância entre as cadeiras ou bancos.

• Na igreja, fechar uma entre cada duas fileiras de bancos ou de cadeiras, de forma que haja sempre um banco vazio ou o espaço de uma fileira de cadeiras vazias entre os convidados acomodados.

Bancos da igreja decorados para o casamento

3. Entrada de pais e padrinhos simplificada

Para que não haja necessidade de filas de padrinhos na hora da entrada, os casais, a mãe da noiva e o noivo poderão entrar pelas laterais do altar para posicionarem-se poucos minutos antes da entrada da noiva com o pai.

4. Menor número de padrinhos no altar e primeiros bancos reservados para os pais

Dependendo do espaço disponível no altar, convidar apenas um ou dois casais de padrinhos para que possam manter uma boa distância durante a celebração. No altar ficarão também os pais dos noivos.

Se os pais forem idosos ou pertencentes a algum grupo de risco, deixar reservado o primeiro banco de cada lado para eles, de forma que possam permanecer sentados durante a celebração e distantes dos demais padrinhos.

5. Substituição dos cumprimentos dos noivos aos pais e padrinhos

Se ainda não for possível abraçar os entes queridos, fica combinado que, no momento em que tradicionalmente aconteceriam os cumprimentos no altar, todos batem palmas ou estendem suas mãos em direção ao casal para abençoá-los.

6. Distanciamento dos pares na saída

Saem os noivos, cinco passos atrás saem a daminha e o pajem (se houver), cinco passos atrás saem os pais da noiva, pais do noivo e casais de padrinhos sempre mantendo uma distância segura.

7. Sem fila de cumprimentos

Finalizada a cerimônia, todos se dirigem para o local da festa, sem que haja fila de cumprimentos ou aglomerações para jogar confetti nos recém casados. Estes acompanham o fotógrafo para uma rápida sessão de fotos, enquanto os convidados se acomodam no salão.

DICAS PARA FESTA DE CASAMENTO NO PERÍODO PÓS PANDEMIA

1. Redução no tempo de duração da festa

Como, por enquanto, não é possível haver cumprimentos calorosos e nem muita interação social, o tempo de festa pode ser reduzido. Converse com os responsáveis pelo serviço de buffet para que cheguem a um acordo sobre o tempo necessário para o bom andamento do serviço.

2. Mesas com maior distanciamento

Embora sejam lindas, as mesas coletivas estão fora de questão por enquanto. O melhor seriam mesas de seis ou oito lugares, posicionadas a uma distância segura umas das outras.

Dessa forma, famílias poderão ocupar uma mesa inteira e um casal de amigos poderá dividir a mesa com outro casal sem que fiquem amontoados, ou seja, haverá sempre um espaço de uma ou duas cadeiras entre um casal e outro.

3. Disponibilização de itens de higiene e segurança

Como nas bolsinhas das convidadas costuma caber pouquíssimas coisas e os convidados também não costumam levar nada além da carteira, cabe aos organizadores da festa disponibilizar um vidrinho de álcool em gel por mesa e, dependendo da situação, pacotinhos individuais contendo uma máscara descartável.

Homem higienizando as mãos com álcool

4. Bebidas e salgadinhos servidos diretamente nas mesas

Ao invés de garçons circulando pelo salão com bandejas de salgadinhos onde cada convidado pega o seu, estes já viriam da cozinha separados em pratinhos com opções sortidas para cada duas pessoas e servidos diretamente nas mesas.

5. Substituição dos cumprimentos por um agradecimento geral

Fazer um agradecimento geral durante a festa, usando um microfone, já foi uma atitude considerada como gafe pelos especialistas em etiqueta. Hoje em dia, tornou-se a melhor forma de agradecer a presença dos convidados dentro do contexto do distanciamento social.

Outra forma de agradecimento seria incluir uma mensagem carinhosa no cartão que acompanha a lembrancinha de casamento.

6. Substituição do serviço à americana pelos empratados

Mais uma razão para manter o número reduzido de convidados é que esse tipo de serviço demanda um número maior de garçons para poder servir o almoço ou jantar nas mesas, em pratos já prontos, ao invés de deixar que os convidados sirvam-se sozinhos.

Pratos prontos na cozinha do buffet

7. Música ambiente ou música para curtir sem sair do lugar

Ao invés da tradicional pista de dança que tem o objetivo de "juntar a galera", prefiram música ambiente ou um pequeno conjunto tocando as músicas favoritas dos noivos para que os convidados possam curtir sentados durante o almoço ou jantar.

8. Bolo cenográfico para o corte

Encomendem um lindo bolo cenográfico para as fotos do corte e do brinde dos noivos. O bolo verdadeiro, feito com todo cuidado e acomodado em um local sem trânsito de pessoas, será cortado na cozinha e servido diretamente nas mesas.

9. Docinhos entregues em caixinhas

Em festas com número reduzido de convidados é possível entregar docinhos sortidos, bem casados ou macarons em caixinhas com tampa de acetato transparente, acompanhada de uma mensagem carinhosa. Os docinhos serão a lembrancinha da festa, eliminando a necessidade de haver uma mesa com as delícias expostas (o que é uma pena, mas é necessário que seja assim por enquanto).

Caixa de macarons decorada com laço de fita

10. Alternativa para a hora de jogar o buquê

O buquê da noiva será colocado em uma caixa de acrílico transparente, trancada com um cadeado. Cada uma das solteiras pegará uma chave presa a uma fitinha de cetim, sendo que somente uma será a chave que abre o cadeado.

Uma por uma, as solteiras irão até a caixa para tentar abri-la. A que estiver com a chave certa, leva o buquê. Segundo a tradição, ela será a próxima a se casar.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Redação: Carolina M. Alves de Lima
Consultora de Casamentos
www.noivasonline.com

Casamentos pós pandemia © Noivas On Line
Proibida a reprodução total
ou parcial desta matéria.

Topo Serviços Imprimir